quinta-feira, 11 de novembro de 2010

VTQRT Especial - 1 ano de Viajante Total

Há uma semana, completamos um ano deste blog. O meu primeiro ano de "Viajante Total" coincidiu com o ano que mais viajei na minha vida, por diversos motivos: trabalho, congresso, lazer, casamentos, eventos esportivos, etc. Aqui vai um breve resumo do período de 04/11/2009 a 03/11/2010. Muita coisa que deveria ter sido postada aqui... Fiz uma seleção de 17 fotos, 17 momentos. Alguns mais intensos, outros que representam quase toda uma viagem, um ou outro que escolhi simplesmente por ser curioso.

Apesar de ter ido diversas vezes para Curitiba, pelo menos uma vez por ano desde 2007, esta é uma cidade que ainda não tive chance de explorar, devido a incompatibilidade de tempo com meus outros compromissos. Por outro lado, quando tive a chance, no ano passado, eu invento de dar uma escapadinha pra Morretes descendo a Serra da Graciosa de trem, para saborear o barreado.



Novembro - Morretes (Serra da Graciosa)


Em dezembro, fiz a minha maior e mais marcante viagem até agora. Dois meses nos Estados Unidos, sendo a primeira vez na minha vida que piso em solo norteamericano. Viajei com um grupo de maratonistas para participar de provas nos locais citados a seguir, em negrito. Iniciei a jornada chegando no aeroporto de Dallas-Fort Worth conforme já relatado: http://viajantetotal.blogspot.com/2010/08/maratona-se-inicia-no-aeroporto_05.html


Depois passei por Los Angeles e San Diego na California, El Centro e Tucson, no Arizona. Depois, vôo para Flórida, onde, de carro, passei por Miami, Clermont, Orlando, Jacksonville e St. Agostine. Daí, fomos ao norte, passando por Georgia, pelas Carolinas do Sul e Norte, Virginia, Washington D.C, Nova Jersey, para chegar no nosso próximo destino: Filadélfia. Neste percurso, pela primeira vez desde quando fui ao Japão com 14 anos, vi neve. No Sul já sentia frio, mas rumo ao norte, cada vez mais sentia o que era o inverno americano. Passamos por West Virginia, Kentucky e Illinois, até finalmente chegarmos ao Estado de Missouri, onde tirei fotos do arco de St. Louis, e ficamos hospedados em Springfield, no trecho da lendária Route 66, quando a seguinte paisagem me chamou a atenção.



Dezembro - Springfield, Missouri


Prosseguindo a viagem de carro, atravessamos Oklahoma, Novo México, Arizona, nos emocionamos com o Grand Canyon, e nos surpreendemos negativamente com Las Vegas, até retornarmos a Califórinia, onde passamos o ano novo, nas cidades próximas a Los Angeles. Missão cumprida, desta vez voltaríamos para a Flórida. Cruzamos mais uma vez o estado do Arizona, Novo México, desta vez, bem próximos à fronteira mexicana, Houston no Texas, até dar uma paradinha em Nova Orleans, para curtir Jazz. Magnífico.


Janeiro - Nova Orleans, Louisiana



Chegamos a Walt Disney World Resort passando por Mississipi, Alabama e Georgia. Após curtir o parque temático, nosso destino ficaria mais uma vez ao norte. Parada em Warner Robins, perto de Atlanta. Muitas atrações na sede dos Jogos Olímpicos de 1996. Nesta primeira passagem, conhecemos o Atlanta Underground, a Casa de Margaret Mitchell (E o vento levou), além do Museu da Coca Cola. Normalmente não bebo refrigerantes. Mas não desperdicei a oportunidade de provar produtos do mundo todo, desta multinacional.


Janeiro - Atlanta, Georgia


Nashville, em Tennesse, a cidade da música; Kentucky, no Hipódromo em que acontece o Kentucky Derby, Autódromo de Indianápolis, e a Cidade de Chicago, com suas diversas atrações, além de muito vento (e frio). Em Wisconsin, visitamos Madison e cumprimos nosso objetivo em Milwaukee, local em que encontramos atletas treinando para as Olimpíadas de Inverno, de Vancouver. No caminho de volta, passando pelos mesmos estados, conhecemos ainda Chattanooga, em Tennesse, e Savannah, na Georgia, cidades que valem um post do tipo: "Os Estados Unidos que os brasileiros não costumam conhecer antes de morrer". Aproveitamos ainda a oportunidade de assistir a peça Annie, com o elenco da Broadway, no Fox Theatre de Atlanta, pagando US$ 10 !!! O último desafio foi em Miami. E como um merecido prêmio pós longa viagem, terminamos com um passeio até Key West, o local norteamericano mais próximo de Cuba. Aqui me pergunto... quantos brasileiros existem neste mundo, que já estiveram em pelo menos 25 estados americanos, mas nunca foi pra Nova Iorque? Além de mim...

Fevereiro, Key West, Florida

De volta ao Brasil, praticamente não saí de casa no mês de março, sofrendo de "depressão pós EUA". Em abril, fui para um casamento em Londrina, e numa cidade próxima, Rolândia, diversas descobertas curiosas no Museu da Imigração Japonesa, de Rolândia. A Armadura abaixo foi utilizada na Batalha de Sekigahara, de 1600, que definiu a História do Japão, levando ao longo Shogunato de Tokugawa. Quando os decendentes vieram para o Brasil, trouxeram esta relíquia familiar, o que indica que, muito provavelmente, esta família veio para o Brasil, para permanecer nestas terras, diferentemente de muitas famílias que, originalmente, desejavam retornar para o Japão em breve.

Abril - Londrina / Rolândia
Santiago pela segunda vez na minha vida. Como já tinha passeado bem pela capital chilena na ocasião anterior, resolvi conhecer Viña del Mar, Valparaiso e San Antonio. Na capital, realizei meu sonho de provar Centolla (caranguejo gigante), junto com amigos. Não tive coragem de pedir o prato sozinho, em 2008.
Abril - Viña del Mar - Dança típica Rapa Nui. O Moai (estátua) foi trazido da Ilha de Páscoa.

Véspera de Dia das Mães e de repente me lembro que está acontecendo o evento Comida di Buteco em Belo Horizonte. Concurso gastronômico dos botecos de Beagá. Fiz um bate e volta, indo de ônibus na madrugada de sexta pra sábado, e voltando de avião no domingo de manhã, a tempo de participar da comemoração familiar. Fiquei cochilando, mas isso é mero detalhe. O tema deste ano foi jiló.

Maio - Belo Horizonte



Se você fala que já conhece Argentina, tem gente que te questiona: "você conhece Argentina ou conhece a Capital Federal Buenos Aires?". Bom, agora já conheço Rosario, e bem no dia da Bandeira.
Junho - Monumento de la Bandera, Rosario, Argentina

Na semana seguinte, a Isabella me apresenta o Taku, japônes que ela conheceu durante sua aventura na Espanha (registrada neste blog). Ele estava numa viagem de Volta ao Mundo, e chegou a São Paulo após passar por Foz do Iguaçu. Levei ele para conhecer a Terra da Garoa. (nota de bastidores: a Isabella saiu pra sua viagem aos EUA bem no dia seguinte que o Taku chegou). Nos quatro dias de estada, ele conheceu o Bairro Oriental da Liberdade, Museu da Imigração Japonesa, Museu do Futebol (Pacaembu) e até conheceu o recém inaugurado metro da linha 4 (Faria Lima). Mas o local que ele ficou mais entusiasmado, foi a loja abaixo. O produto é bem procurado no Japão, e caríssimo lá, por sinal.

Junho - Oscar Freire: Loja das Havaianas
(foto tirada em julho, após o encerramento da Copa do Mundo FIFA)
Mês que viajei para Mato Grosso do Sul, Rio e Brasilia, cada um por motivo diferente: Maratona, trabalho e congresso/pesquisa. A maior descoberta foi o quiosque do Original Cookies, no Aeroporto de Brasilia (BSB). Experimente!!
Julho - Original Cookies, do quiosque do Aeroporto de Brasilia (BSB)
Dança típica do Paraguai, num evento comemorativo ao Bicentenário de Paraguai. Santiago e Rosario também estavam em comemoração de duzentos anos do movimento de independência.
Agosto - Paraguai
Conheci Teresina, a Capital mais quente do Brasil. Mas a experiência marcante foi atravessar a pé a Ponte Metálica, que liga a capital do Piauí, à cidade de Timón, no Maranhão.

Agosto - Teresina
Já fui diversas vezes pra Foz do Iguaçu, e para Ciudad del Este. Fui uma vez para Puerto Iguazu, no início desta década. Mas só agora descobri esta fantástica atração, há alguns metros da entrada do Parque Nacional das Cataratas. Recomendadíssimo.

Setembro - Parque das Aves, Foz do Iguaçu

Em setembro, tive que desistir de uma viagem para passeio + maratona no Uruguai. Porém, em outubro, tinha agendado uma viagem de trabalho + maratona. Não tive dúvidas. Troquei minha passagem e resolvi voar do Brasil para o Uruguai, e ir a Argentina por meio fluvial (Rio Prata). Tiro certeiro. Conheci o novo terminal do Aeroporto de Carrasco (já conhecia o antigo, e o novo é considerado um dos mais belos do mundo) e passei pela experiência do Ferry Boat da BuqueBus, onde entrei no Free Shop mais divertido da minha vida: dentro do próprio navio.

Outubro - Ferry Boat, de Colonia de Sacramento para Buenos Aires

Já em Buenos Aires, aproveitei a estada na Capital Federal para dar uma esticada em Tigres e San Isidro. Mais duas descobertas. Tigre é como um bairro nobre, mas que tem canais no lugar de asfalto. Logo, toda locomoção se faz por navios e barcos. Achei mais charmoso que Veneza, muito embora não tenha andado de gôndola, na Itália.

Outubro - Tigre

Por fim, minha segunda viagem em Outubro, para Fortaleza. Em Curitiba, estiquei para Morretes. Nos EUA, um monte de esticadas. Em Santiago, para Valparaiso, Viña e San Antonio. Em Dourados, fui para Campo Grande (Mato Grosso do Sul, em julho), De Teresina para Maranhão. Quanto a Buenos Aires, Uruguai antes e província de Buenos Aires (Tigre + San Isidro) depois. Em Fortaleza, dentre tantas opções, e na impossibilidade de ir para Jericoacoara com dias limitados, escolhi Canoa Quebrada.

Quem diria que um dia eu iria ter coragem para andar de Tirolesa (foto) e skibunda (escorregar as dunas numa pequena pranchinha de madeira) ???


Que o segundo ano de Viajante Total esteja recheado de muitas outras descobertas pelo mundo, e com mais frequencia de postagens...

4 comentários:

  1. Tá viajando bastante, einh Hideaki!
    Legal!
    Desejo que continue assim, exceto aquela lesão chata, mas já superada.
    ua

    ResponderExcluir
  2. Oi Hideaki.
    Maravilha, né?O melhor da vida é vijar p/ correr.
    abçs

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Quantos lugares! Fiquei tonta só em ler! Imagine em ir para todos estes lugares! Estaria me confundindo toda! Rs. Boas viagens e boas provas tb! Até mais!

    ResponderExcluir
  4. Caramba! qntas viagens! O melhor de tudo é conseguir conciliar com o trabalho, ne! não deixem de atualizar o blog!
    Abs.

    ResponderExcluir